06 fevereiro 2010

ORIGEM DO BARALHO - "Quem conhece a origem das cartas de jogar, também compreende porque as cartas relacionam práticas diabólicas como advinhação, esconjuração e etc.

As cartas foram criadas no ano de 1392 para uso pessoal do rei Carlos da França, quando este sofria de debilidade mental. O criador das cartas era um homem degenerado e mau, que escarnecia de Deus e seus mandamentos.

Para sua criação maligna ele escolheu figuras bíblica: o rei representa o diabo, a dama representa Maria, a mãe de Jesus. Assim, de modo blasfemo, fez de nosso Senhor um filha de satanás e Maria.

Copas e ases representam o sangue do Senhor, o valete, o próprio Senhor. Paus e outros símbolos representam a perseguição e destruição de todos os santos. Seu desprezo pelos Dez Mandamentos foi expresso pelo número dez das suas cartas.

Quem conhece a origem diabólica do jogo de cartas, compreende também as conseqüências diabólicas. Não é de admirar que a advinhação funciona tão bem com as cartas, pois são sinais diabólicos.

Assim também não é de se admirar que justamente no jogo de cartas se pragueja tanto, e o nome do Santo é usado em vão e blasfemado dizendo-se "orações" de maldição para alguém.

Também tais terríveis desejos são ouvidos, pois a Escritura diz com clareza inconfundível:


"Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão, porque o Senhor não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão" (Exôdo 20-7).


Praguejar é um produto diabólico do jogo de cartas.
Essa epidemia satânica contaminou muitos milhões que não jogas cartas.


Ir para o topo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qual a sua opinião em relação a ser um cristão nos dias em que vivemos?