06 fevereiro 2010

LINDA,JOVEM,CHARMOSA E FAMOSA...   Quando meu marido me perguntou... "Sabe quem morreu?"

"Quem" perguntei sem na realidade querer ouvir a notícia ruim...

"Aquela atriz, Brittany Murphy, ataque cardíaco, com 32 anos de idade." respondeu.

Fiquei sem acreditar, tão jovem...

Fui dormir pensando nisso e acordei do mesmo jeito, por isso decidi escrever.

Fiquei pensando... "Meu Deus será que ela teve uma oportunidade? Será que alguém lhe falou de Jesus?"

Tantas perguntas vinham a minha cabeça, mas o pensamento que mais me atribulava era... "Tão Jovem!"

E quantos não são os jovens, que hoje estão pensando... "Eu sou muito jovem ainda, mais tarde, depois que tiver aproveitado a vida bastante, eu vou buscar Jesus..."

Pois é amigas, a Brittany parecia ter tudo, mas talvez não tenha tido o mais importante... A salvação.

Olhe para a vida dela e veja... De que adiantou toda a fama, dinheiro e beleza?

Como ela pode aproveitá-los agora?

Olhe para sua vida agora, veja o que tem sido prioridade e pense...

"Se eu morresse agora, o que seria de mim? Tenho certeza da minha salvação?"

Se as respostas para as duas perguntas à cima foram... "Não sei e Não."

Então, está mais do que na hora de rever suas prioridades.

Namorado, dinheiro, beleza... Tudo passa, tudo fica pra trás!

Salvação é eterna!

Agora eu te pergunto... "Você acha que quando a Britany acordou ontem pela manhã, ela tinha idéia de que ontem seria seu último dia de vida?

Com certeza ela achava que ainda tinha muito tempo pela frente...

E você? Quando acordou hoje também achava o mesmo?










Muito forte não é mesmo? Um alerta...



Read more!
Um Prato de Arroz

"Um sujeito estava colocando flores no túmulo de um parente quando vê um chinês colocando um prato de arroz na lápide ao lado.


Ele se vira para o chinês e pergunta:
- Desculpe-me, mas o senhor acha mesmo que o seu defunto virá comer o arroz?
E o chinês responde:
- Sim, geralmente na mesma hora em que o seu vem cheirar as flores!


Gostaria de saber como essa mensagem falou com você...

Compartilhe conosco, deixando seu comentário...


Read more!
JESUS APROVARIA O JOGO DE BARALHO-  Meditemos se Jesus aprovaria o jogo de cartas; se Ele convidaria os Doze para um carteado, com a desculpa de que ninguém é de ferro.

A resposta é não, não aprovaria.

As cartas de baralho estão ligadas ao ocultismo. Veja-se o caso da cartomancia – adivinhação por meio de baralho. A cigana prevê o futuro através das cartas. Observem uma das possíveis origens do baralho:


“Se, por um lado, não há consenso a respeito destas datas, por um outro lado não há muita dúvida sobre o passado religioso ou adivinhatório das cartas.

O antigo baralho indiano, por exemplo, tinha dez naipes, cada um representando uma das dez encarnações da entidade Vishnu. Essa ligação com o sobrenatural também fica clara quando surgem alguns dados históricos.

Catherine P. Hargrave, que em 1930 publicou sua História do Jogo de Cartas, diz que no século XIV, os soldados sarracenos introduziram no sul da Itália um jogo de baralho chamado "naib" - que em hebreu quer dizer "feitiçaria" - e que pode também ter sido a origem da palavra "naipe" em português e espanhol’.

De um site esotérico, copiei o seguinte: “Pouca gente sabe, mas o baralho comum utilizado para jogos como canastra, bridge, buraco, truco e tantos outros se presta também à prática divinatória, conhecida como cartomancia”.

Portanto, as cartas de baralho são instrumentos usados pelo diabo para o trabalho de adivinhação.

Por todo o tempo, enquanto jogamos, estamos tentando adivinhar o jogo do parceiro; derrubar o adversário de qualquer modo, ainda que com a mentira, o embuste, o blefe, a dissimulação.


E quando o jogo envolve pessoas ímpias, pior ainda. Cristãos e ímpios não devem ter qual tipo de íntima comunhão. No jogo, se estabelece uma cumplicidade com o parceiro, pois um jamais revela o “roubo” do outro. A Bíblia adverte:

“Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas” (2 Co 6.14).

Não tenho dúvida de que o jogo de baralho e a respectiva escravidão que ele produz fazem parte das “obras da carne”. Mas

“os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências” (Gl 5.24).


Ir para o topo
Read more!
CARTAS DE BARALHO- CONCLUSÃO- Eu não aconselharia o jogo de cartas como um passatempo saudável para o verdadeiro cristão. Nos meus tempos de ignorância, eu e minha mulher éramos viciados nesse jogo, mesmo sem ser a dinheiro.

O jogo vicia. A pessoa fica escrava dele.


Não pode passar um fim de semana sem jogar. Só pensa em chegar a hora do carteado, das conversas tolas, muitas delas conversas ímpias, mexericos, bisbilhotices. Então é prejudicial.

No jogo há mentiras, blefe, disputa acirrada. Perde-se muito tempo com isso. Tempo que deveria ser usado para ler a Bíblia, pregar o Evangelho, orar, conversar com os filhos, etc. No jogo há cobiça, vontade de vencer mais e mais:

Então a cobiça, depois de haver concebido, dá luz ao pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a morte". (Tiago 1.15).

Com o jogo de cartas foi mostrado somente uma das sutís algemas de satanás. Mas existem muito mais. A Bíblia diz: "Todo o que comete pecado é escravo do pecado" (João 8-34). São os teus muitos pecados que te prendem a esse inimigo, a esse homicida deste o princípio.

Pois a Escritura também diz: "Aquele que pratica o pecado procede do diabo, porque o diabo vive pecando desde o princípio" (I João 3-8).

Digo-te com grande certeza: esse inimigo te prende ilegalmente, pois Jesus, o Filho do Deus Eterno, acabou com o seu poder, quando tirou os teus pecados na cruz de Gólgota. Somente. Deus não obriga ninguém a aceitar esta maravilhosa salvação.


Deves querê-la . Quer sejas fraco, desesperado ou impotente, isso não é empecilho.

Pelo contrário: Seu poder se manifesta em tua fraqueza no momento em que segurares a mão traspassada estendida de Jesus, que ele te oferece - interiormente comovido com misericórdia.

Então serás, como a Bíblia diz, colocado no maravilhoso reino da luz do filho de Deus. Então passaste da morte para a vida eterna. Então, tens um glorioso futuro. Estarás eternamente com Jesus.

Seja conseqüente e aceita-O como o Salvador e Redentor !


Ir para o topo
Read more!
O BARALHO, É PECADO?como pode ser diferente: "Então a cobiça, depois de haver concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a morte" (Tiago 1-15).

O mal continuamente tem que conceber mal, e da mesma maneira como se joga cartas irrefletidamente, sem pensar sobre as terríveis conseqüências, tão irrefletidamente e sem nenhuma razão também o elevado e santo nome do Senhor é tomado em vão.

E então, quando chega o juízo de Deus, fica perplexo, e se exclama: "Por que isso teve que me acontecer ? Pois eu esperei e orei para que tudo fosse bem.

"A resposta é dada em Jeremias 2-17: "Porventura não procuras isto para ti mesmo, deixando o Senhor teu Deus no tempo em que ele te guia pelo caminho?" O motivo, nesse caso o jogo de cartas, tem que ser eliminado.

Também o Dr. Abraham Meister, teólogo, adverte contra as cartas de jogar e cartomancia. Ele diz, entre outos: "Nenhum jogador de cartas lembra da realidade do diabo e dos demônios, que estão no fundo desse jogo"

Sempre de novo nos são pedidas fontes de referência. Elas são demais para serem enumeradas; as diversas enciclopédias mesmo se contradizem. Mas com certeza os jogos de cartas já são citados no século 14 na Europa.

Atribui-se sua invenção aos egípcios. Mais de 90% da população dos países civilizados são dominados pelo jogo de cartas, por exemplo: pife-pafe, bridge, canastra, truque, bacará, pôquer, sessenta e seis, etc.

Advertimos insistentemente cada filho de Deus: não te envolvas com o jogo de carta já citado. Com isso nada dizemos contra os jogos como quartetos, etc, por exemplo, que nada tem em comum com tias representações de escárnio de origem diabólica.

A história ca ciência oculta está estreitamente ligada com a criação das cartas de jogar.

Não há dúvida de que as cartas, em virtude da sua origem blasfema, são diabólicas. Significativamente, a "Neue Brochaus Ezyklopädie" (Nova Enciclopédia Brockhaus) diz entre outros, sobre a cartomancia: "prática comum de oráculo, para conseguir desvendar o futuro através de cartas de jogar, com procedimentos muito variados. A prática é de natureza supersticiosa.

Êxitos, relatados a respeito de cartomantes e ciganas, poderiam Ter sua razão no fato de que através do uso das cartas são estimuladas capacidades mediúnicas.

O primeiro cartomante conhecido, Francesco Marcolini, ensinava sua ciência na publicação "Sorti" (Veneza -1540).

Portanto, é claro que se agora com a aproximação do anti-cristo o ocultismo cresce em muitos aspectos, igualmente o jogo de cartas em todas as suas formas exerce grande atração, não somente as pessoas do mundo, mas também em membros da Igreja de Jesus.

Aqueles porém que se dedicam aos jogos de cartas, oferecem-se pretextos ao inimigo. Joga-os fora e aceita a tua libertação em nome de JESUS !

E tu, que não tens certeza de ser um filho do Deus vivo, que não sabes para onde vais, se te aguarda a vida eterna ou a maldição eterna; é necessário somente um passo para chegar a Jesus - um passo de fé infantil !
Read more!
ORIGEM DO BARALHO - "Quem conhece a origem das cartas de jogar, também compreende porque as cartas relacionam práticas diabólicas como advinhação, esconjuração e etc.

As cartas foram criadas no ano de 1392 para uso pessoal do rei Carlos da França, quando este sofria de debilidade mental. O criador das cartas era um homem degenerado e mau, que escarnecia de Deus e seus mandamentos.

Para sua criação maligna ele escolheu figuras bíblica: o rei representa o diabo, a dama representa Maria, a mãe de Jesus. Assim, de modo blasfemo, fez de nosso Senhor um filha de satanás e Maria.

Copas e ases representam o sangue do Senhor, o valete, o próprio Senhor. Paus e outros símbolos representam a perseguição e destruição de todos os santos. Seu desprezo pelos Dez Mandamentos foi expresso pelo número dez das suas cartas.

Quem conhece a origem diabólica do jogo de cartas, compreende também as conseqüências diabólicas. Não é de admirar que a advinhação funciona tão bem com as cartas, pois são sinais diabólicos.

Assim também não é de se admirar que justamente no jogo de cartas se pragueja tanto, e o nome do Santo é usado em vão e blasfemado dizendo-se "orações" de maldição para alguém.

Também tais terríveis desejos são ouvidos, pois a Escritura diz com clareza inconfundível:


"Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão, porque o Senhor não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão" (Exôdo 20-7).


Praguejar é um produto diabólico do jogo de cartas.
Essa epidemia satânica contaminou muitos milhões que não jogas cartas.


Ir para o topo
Read more!
CARTAS DE BARALHO, É PECADO JOGAR?  -Embora haja indícios de que os jogos de cartas teriam surgido na China juntamente com o papel, há outros que apontam uma origem árabe.

De qualquer modo, o baralho foi introduzido na Europa durante o século XIV. E a partir do século XV, o desenvolvimento dos processos de impressão e de fabricação de papel propiciou a popularização do baralho em vários países.

Há quem acredite que o baralho foi inventado pelo pintor francês Jacquemin Gringonneur, sob encomenda do rei Carlos VI de França.

Gringonneur desenvolveu as cartas do jogo de forma que representassem as divisões sociais da França através de seus naipes, sendo copas o clero, espadas a nobreza, paus os camponeses e ouro a burguesia.


Mais tarde, atribuíram-se significados específicos às cartas com figuras, representando personalidades históricas e bíblicas. São elas:

Rei de Ouros - Júlio César, geralmente portando um machado que simboliza as legiões romanas;
Rei de Espadas - o rei israelita Davi;
Rei de Copas - o rei Carlos Magno;
Rei de Paus - Alexandre, o Grande;
Dama de Ouros - Raquel, esposa de Jacó;
Dama de Espadas - A deusa grega Atena;
Dama de Copas - Judite, personagem bíblica;
Dama de Paus - Elizabeth I de Inglaterra;
Valete de Ouros - Heitor, Príncipe de Tróia;
Valete de Espadas - Hogier, primo de Carlos Magno;
Valete de Copas - La Hire (Étienne de Vignolles), Comandante francês durante a Guerra dos Cem Anos que lutou com Joana D'Arc;
Valete de Paus - Sir Lancelot ou Judas Macabeu;

A carta que possui a frente com maior liberdade de criação é o curinga, que representaria os palhaços dos jograis realizados nos castelos medievais.

Entretanto, há indícios que o curinga seria na verdade uma invenção americana do século 19, surgida de uma carta do tarô, o Louco, que não tem número do trunfo e cuja alegoria lembra um bobo da corte.


No Brasil, em 1918, a Copag iniciou a produção de baralhos pela técnica litografica. Até então, produzia outros itens, como envelopes e blocos de papel. Por volta de 1930, passou a utilizar a impressão offset e assumiu a liderança na produção brasileira de baralhos.

Read more!

NOVAS!!! Frases Preferidas

"Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. Mas se você não fizer nada, não existirão resultados."

"Se você fica esperando, tudo o que acontece é que você fica velho."

"Se você faz o que sempre fez, você obterá o que você sempre obteve. "

"Se a dúvida está te desafiando e você não agir, as dúvidas crescerão. Desafie as dúvidas com ação e você crescerá. Dúvida e ação são incompatíveis."

"Aqueles que dizem que algo não pode ser feito deveriam sair do caminho daqueles que estão fazendo."

"Os homens que tentam fazer algo e falham são infinitamente melhores do que aqueles que tentam fazer nada e conseguem."

"Não peça a Deus para guiar seus passos se você não está disposto a mover seus pés."

"Não existe comparação entre aquilo que é perdido por não se obter êxito e aquilo que é perdido por não se tentar."

"É fraco e depreciativo continuar querendo coisas e não tentar consegui-las. "

"É bom sonhar, mas é melhor sonhar e trabalhar. A fé é poderosa, mas a ação com fé é mais poderosa. "
Read more!

O Sábio e o Escorpião

1
Certa vez, na Índia, um sábio passeava, com seu discípulo, à margem do rio Ganges, quando viu um escorpião que se afogava. Ele, então, correu e, com a mão, retirou o animalzinho e o trouxe à terra firme. Naquele instante, o escorpião o picou. Dizem que é uma dor terrível. A mão do sábio inchou. Assim que ele o colocou no chão, pacientemente, o escorpião voltou para a água. E ele, com a mão já inchada e aquelas dores violentas, vai e o retira novamente, e o discípulo a observar. Na terceira vez que ele traz o escorpião, já com a mão bastante inchada e as dores violentas, ele o põe mais distante em terra. Aí, o discípulo, já não suportando mais aquilo, diz: “Mestre, eu não estou entendendo. Este animal… é a terceira vez que o senhor vai retirá-lo da água e ele pica sua mão dessa maneira. O senhor deve estar sofrendo dores horríveis.” E ele, com a fisionomia plácida das almas que conhecem o segredo do bem, daqueles que já realmente conquistaram um território de amor e de renúncia no coração, que têm a visão das verdades celestes, vira-se para o discípulo e diz: “Meu filho, por enquanto a natureza dele é de picar, mas a minha é de salvar!”
Publicado por Bispo Edir Macedo
Tags: ,
Read more!

Palavra de Honra


A honra do honrado está no cumprimento da sua palavra.
Há alguns anos, e durante décadas, os negócios não eram feitos mediante assinaturas, cartórios e testemunhas, mas, sim, sobre a palavra de honra. Um fio de bigode era suficiente para garantir a palavra empenhada.
A expressão “fio do bigode” pode ter surgido entre os germânicos. Era comum nos seus juramentos: “bi Gott” ou “por Deus”.
Os tempos mudaram. E muito. Não porque as mulheres também entraram no mercado de trabalho e o bigode se tornou obsoleto. Mas o fato é que o fio do bigode deu lugar a contratos assinados em cartórios, rubricas, carimbos e tudo o mais. Diante disso, a palavra de honra foi caindo no descrédito. E o pior: a honra também.
Mas, os poucos honrados ainda se mantêm defendendo suas origens. O autêntico cristianismo nada mais é do que a prática da Palavra do Criador. Ou seja, assume-se Seu caráter, independentemente da religião. Por conta disso, o bom nome vale mais do que as muitas riquezas… ( Provérbios 22.1 )
Essa é a fé dos que realmente são de Deus.
Publicado por Bispo Edir Macedo

Read more!